Para o consumidor médio, 70% do processo de compra é concluído antes de chegar a venda de fato, isso acontece por conta que o comprador tem necessidade de obter mais informações sobre o produto ou serviço. E a maior parte desse processo de informação acontece online.

 

Se você deseja alcançar seus clientes em potencial quando e onde eles estão pesquisando, você precisa de uma estratégia eficaz de marketing digital. O problema é que o cenário do marketing está mudando constantemente. O que funcionou bem nos últimos 12 meses não necessariamente funcionará tão bem no próximo ano.

 

Por isso vamos ver algumas das tendências de marketing digital mais importantes que devemos conhecer em 2020.

O tempo de vida (Lifetime) do Marketing

Os processos de vendas e marketing são frequentemente chamados de "funis" devido à maneira como são estruturados. O front-end do processo, ou o topo do funil, é o ponto mais amplo, para atingir o maior número possível de leads em potencial.

À medida que avançam no processo de marketing, você terá menos pessoas, mas elas terão mais chances de se converter em clientes. Esse processo de restrição continua até a parte inferior do funil, onde os leads saem do funil tornando-se clientes pagantes.

O marketing digital geralmente tem sido mais focado no topo do funil ou no processo de geração de leads. Isso está mudando, porém, com mais foco nos clientes existentes e descobrindo maneiras de gerar mais receita com eles.

Marketing comunicativo

O marketing digital sempre foi mais um processo de "empurrão", com as empresas encontrando maneiras de colocar seu conteúdo na frente do público. Quando alguém queria responder, precisava enviar um email ou enviar sua consulta por meio de um formulário e aguardar uma resposta.

Esse tipo de atraso não é mais aceitável para a maioria das pessoas. Eles querem ter uma conversa em tempo real para obter as respostas para suas perguntas.

Tecnologias como chatbots inteligentes ajudam seus clientes a obter o nível de serviço que esperam. Com as melhorias em inteligência artificial (IA) e aprendizado de máquina (ML), essas ferramentas automatizadas se tornarão mais importantes (e mais eficazes) em 2020.

Data-Driven Marketing

Uma das razões pelas quais o marketing digital é tão poderoso é a quantidade de informações que você pode acompanhar sobre seus leads e compradores. Essa ampla variedade de informações permite rastrear leads e conversões com muitos detalhes.

Em 2020, redes de publicidade como o Facebook e o Google Ads continuarão fornecendo aos anunciantes mais dados sobre seus públicos. Eles também continuarão adicionando novas maneiras de aproveitar esses dados, como recursos de remarketing e extensões de anúncio que permitem colocar mais informações direcionadas diretamente em seus anúncios.

Privacidade do Consumidor

A tendência para uma melhor privacidade do consumidor está em algum momento, em face da tendência de marketing orientada a dados. Os consumidores estão cada vez mais esclarecidos sobre a proteção de suas informações pessoais online. Questões como o uso indevido de dados do usuário por certos aplicativos do Facebook e violações de dados em grandes empresas iluminaram esse problema.

Isso significa que os profissionais de marketing terão que encontrar novas maneiras de se conectar com seu público-alvo e criar uma experiência mais personalizada. À medida que as pessoas controlam melhor o que compartilham on-line, você não poderá coletar o máximo de informações, a menos que confie em você e as desista voluntariamente.

Estratégias de Influencer para Social Media

O marketing de influenciadores de mídia social está em alta há vários anos, mas o cenário está mudando um pouco. Não se trata mais de ter o maior número de seguidores, é de ter seguidores leais.

Os micro influenciadores que se conectam ao seu público podem oferecer mais valor do que as celebridades mais populares. As pessoas não confiam necessariamente no que os influenciadores grandes têm a dizer, porque sabem que estão sendo pagos para dizer isso.

Os influenciadores menores fazem uma melhor conexão com o público. Eles ainda podem estar sendo pagos pela promoção, mas seu público deposita mais confiança no que eles dizem.

Marketing de Vídeo

O marketing de vídeo continuará crescendo em 2020. 74% dos consumidores norte-americanos assistem a streaming de vídeo pelo menos semanalmente e 41% assistem diariamente.

Como o streaming de vídeo se tornou parte de suas vidas diárias, as pessoas estão ficando menos tolerantes com a publicidade chata. O marketing de vídeo continuará evoluindo para novos formatos, como os anúncios pré-lançados em 6 segundos do YouTube. Esses anúncios "abundantes" são exibidos antes do vídeo principal e são curtos o suficiente para não criar sentimentos negativos para o espectador.

Se você pode criar anúncios curtos e eficazes para preencher esses tipos de pontos, mais pessoas prestarão atenção.

O lançamento das redes 5G

O 5G é a próxima geração de redes celulares que estão sendo implementadas lentamente nos EUA e no mundo. O 5G é muito mais rápido que as redes 4G atuais e ajudará a elevar o uso da web móvel a níveis ainda mais altos do que já é.

O marketing de vídeo pode levar a gargalos nas redes atuais. Quando a largura de banda mais alta de 5G estiver amplamente disponível, ele verá um crescimento ainda mais rápido.

Micro-Momentos

Mesmo nas redes 4G atuais, os dispositivos móveis registraram um enorme crescimento nos últimos anos. Isso levou ao que o Google chama de micro-momentos.

Micro-momentos são momentos em que as pessoas querem saber algo, fazer algo, comprar algo ou ir a algum lugar e usar seus dispositivos móveis para encontrar essas respostas. Isso geralmente ocorre na decisão de compra, ou muito perto dela, portanto, se você puder colocar seu produto, serviço ou mensagem na frente deles no momento certo, terá uma chance muito maior de convertê-los em clientes pagantes.

Por exemplo, de acordo com o Google, 82% dos usuários de smartphones verificam seus telefones em busca de críticas quando estão em uma loja decidindo qual produto comprar. E 10% deles acabam comprando algo diferente do que haviam planejado, com base no que aprenderam naquele micro-momento. Essa é uma oportunidade perfeita para alcançar esse comprador.

Stories

O Snapchat iniciou a tendência, mas a maioria das grandes redes sociais adotou tecnologia semelhante. Facebook, Instagram e Tik Tok são três dos serviços mais usados.

Os Stories são de conteúdo "efêmero" - elas desaparecem após um certo período de tempo. Se seu público não vê a história antes que ela desapareça, eles a perderam para sempre.

Isso cria uma sensação de FOMO (Fear of missing out), ou medo de ficar por fora com o que acontece no mundo online, o que os mantém voltando para obter mais conteúdo, em uma programação mais regular. O público mais jovem adotou essas redes, por isso é perfeito se esse é o seu mercado-alvo.

Publicidade nativa

A publicidade nativa é uma maneira de integrar anúncios com conteúdo regular em um site. Esses anúncios são projetados com a mesma aparência e o conteúdo principal, fazendo com que eles se misturem.

Isso ajuda a evitar a "cegueira do anúncio", que é comum em anúncios em banner e pop-ups. As pessoas clicam além delas ou as ignoram, perdendo sua mensagem e desperdiçando o dinheiro do seu anúncio.

Os anúncios nativos existem há anos, mas a tendência em 2020 será oferecer mais valor, em vez de títulos de isca de clique que recebem o clique, mas fornecem pouca ou nenhuma substância.

Publicidade para celular

Como já discutimos, o celular vai ficar ainda maior do que já está na mudança para o 5G. A publicidade para celular crescerá junto com ela.

A publicidade para celular precisa de uma abordagem diferente do marketing digital tradicional. O tamanho menor da tela é um aspecto, mas você também precisa considerar como as pessoas usam seus dispositivos móveis.

Como eles costumam ser usados ​​nos micro-momentos que já discutimos, você precisa adaptar sua estratégia de marketing para atingir as pessoas mais próximas quando elas tomam uma decisão de compra.

 

Conteúdo gerado pelos usuários

Empresas como GoPro e Warby Parker usam conteúdo gerado por usuários em seu marketing digital há anos, mas é algo que todas as empresas devem considerar em 2020.

O conteúdo gerado pelo usuário se conecta melhor ao seu público porque é mais "real" do que uma campanha publicitária típica. Também cria mais envolvimento com seus clientes existentes, pois eles podem enviar conteúdo para você. Se você acabar usando, pode criar um senso de parceria.

 

Isso funciona melhor em alguns mercados do que em outros, mas você pode ser criativo. Mesmo se você estiver em um mercado B2B sem oportunidade clara de criar conteúdo gerado pelo usuário, poderá ter algumas ideias.

Por exemplo, você pode entrevistar um de seus clientes B2B e transformar a entrevista em um white paper ou estudo de caso sobre o sucesso deles. Eles também podem usar esse conteúdo em seu marketing, valendo a pena o tempo e o esforço para criá-lo.

Permanecendo no Topo das Tendências de Marketing Digital

As tendências de marketing digital estão mudando constantemente, da mesma forma que qualquer outro setor de base tecnológica. Manter-se atualizado sobre as últimas tendências para saber o que está funcionando agora, o que está chegando em breve e o que não funciona mais pode ser um trabalho em tempo integral.