A geração de leads é o processo de construir o interesse e cultivar novos clientes. Para campanhas de marketing bem-sucedidas, é importante diferenciar entre todas as origens de tráfego. Os profissionais iniciantes de marketing geralmente confundem o termo tráfego direto e orgânico. Existe uma diferença importante entre os dois termos quando se trata de marketing digital.

  • Tráfego orgânico — é o volume de visitantes atraídos por um site sem investimento financeiro. A maior parte do tráfego orgânico vem dos mecanismos de pesquisa e também inclui tráfego direto.

  • Tráfego direto — consiste de pessoas que acessam diretamente o seu site pelo navegador, sem ter sido redirecionado de um outro site.

  • Tráfego pago — pode incluir todas as origens de tráfego, como mídias sociais, e-mail, redirecionamento que a empresa investiu em campanhas pagas, parcerias com blogs ou marketing por email pago.

Entendendo o custo do MQL (Leads Qualificados pelo Marketing)

Agora, quando discutimos os diferentes tipos de tráfego que uma empresa pode atrair, é possível estimar o custo e a quantidade de tráfego orgânico e pago e gerar leads para o cálculo do cliente. Quando os dados de tráfego são medidos com precisão, é mais provável que uma empresa seja capaz de correlacionar precisamente essas informações a seus resultados financeiros e até mesmo prever o comportamento do cliente, com base no local de origem do cliente. Compreendendo a fonte de IQL (lead qualificado de intenção) e MQL, não só será possível calcular o custo e o orçamento para iniciativas de marketing, mas também redirecionar a estratégia de gerenciamento de conteúdo de negócios e melhorar o desempenho geral.

O tráfego pago realmente funciona?

Há uma certa dúvida entre as pequenas e médias empresas sobre por que o tráfego pago é necessário e se ele realmente funciona no ambiente de negócios de hoje. Há um grande número de vantagens em atrair tráfego de busca orgânica e aprender a trabalhar com SEO. O tráfego orgânico traz visibilidade às empresas e cria relações de confiança. Quando uma empresa consegue subir no ranking do Google, pode aproveitar os benefícios por um longo tempo. As estatísticas mostram, por exemplo, que a primeira página resulta na conta do Google por pelo menos 75% dos cliques. Os resultados da segunda página não recebem nem um terço desse tráfego. Então, sim, o tráfego orgânico é a chave para o sucesso do negócio.

O tráfego orgânico, no entanto, está se tornando mais competitivo à medida que as empresas aumentam sua presença digital. Por esse motivo, esperar que o tráfego orgânico acumule e traga as vendas necessárias pode ser muito mais caro do que investir em anúncios digitais e atrair leads qualificados. Isso faz com que as empresas estejam prontas para pagar a oportunidade de aparecer nos resultados da pesquisa do Google de forma imediata. Para fazer com que esse investimento seja lucrativo, você precisa entender como:

1. Calcule o custo médio do seu lead

2. Como calcular o ganho potencial que sua campanha pode trazer

3. Como calcular o orçamento ideal para anunciar com eficiência

Para concluir, você também pode optar por ambas estratégias de SEO efetivo e qualidade de tráfego pago, essa junção pode beneficiar muito a sua empresa. Aprenda a otimizar sua estratégia de marketing e continue crescendo a custos menores.