Procurando tráfego de dispositivos móveis

Muitos usuários sairão de um site se não for compatível com dispositivos móveis. É claro que, em setores diferentes, a quantidade de tráfego para celular é diferente, para alguns anunciantes é mais relevante, para outros menos. A questão é: você precisa investir em mais recursos para otimizar seu site.

Se você já tem tráfego da web a partir de publicidade orgânica ou paga (sem ajuste de lance de dispositivo), acesse o Relatório de desempenho de dispositivos do Google Analytics e veja a porcentagem de visitas que seu site recebe de smartphones. Se esse tráfego for de 15% ou mais, ele não poderá mais ser ignorado.

Depois de decidir se você precisa se preocupar com o tráfego de dispositivos móveis, verifique o desempenho do seu website.

A primeira coisa que você deve prestar atenção é a velocidade de carregamento de páginas em dispositivos móveis, não apenas via Wi-Fi, mas também através de 4G.

De acordo com a Amazon, cada atraso de 100 ms (0,1 seg) no tempo de carregamento da página pode levar a uma redução nas vendas em 1%. O Google informa que 53% dos usuários não vão esperar mais do que 3 segundos para baixar o site antes de sair.

Naturalmente, em indústrias diferentes, esses números variam. No entanto, eles devem ser levados em conta.

Os principais parâmetros para medir a velocidade de um website são o TTFB (tempo para o primeiro byte) do site, o tempo para renderizar e o tempo para carregamento total da página.

O tempo para o primeiro byte mostra a velocidade da resposta do servidor e é a métrica principal para a otimização do servidor. Segundo as recomendações do Google, esse tempo não deve exceder 200 ms.

O tempo para renderizar é a rapidez com que a página começa a aparecer na tela. Deve demorar aproximadamente 1 segundo.

O tempo para carregar a página inteira mostra quanto tempo passa de um clique em um anúncio até o momento em que um usuário pode começar a usar o site. Muitos usuários veem esse indicador como uma «marca de qualidade». Idealmente, um carregamento de página total não deve demorar mais de 3 a 5 segundos.

Agora é hora de verificar a velocidade de carregamento do website em dispositivos móveis.

Verifique a velocidade de carregamento do site

Se você tiver o Google Analytics instalado, acesse os relatórios de velocidade do site.

Se você não tiver o Google Analytics, poderá verificar a velocidade de carregamento da página usando o Google PageSpeed Insights ou por meio de plataformas como o WebPagetest.

Verificar o site nas ferramentas do desenvolvedor é bem simples. Em nossa opinião, o Chrome é o melhor navegador para isso. Para verificar, vá para as ferramentas do desenvolvedor.

E execute o teste na guia Auditorias (Audits)

No Relatório de desempenho, você encontrará informações sobre o tempo de carregamento da página selecionada.

Quando você descobre o tempo de carregamento do site em smartphones e assegura que precisa ser aprimorado, é necessário enviar essas informações ao webmaster com uma solicitação para simplificar o site e remover quaisquer Java scripts desnecessários que ajudarão a acelerar o tempo de carregamento do site, especialmente em smartphones. Agora você pode prosseguir para o próximo item: usabilidade.

Usabilidade

Todos entendem que o site deve ser fácil de usar. Mas o que exatamente afeta a usabilidade?

Primeiro, verifique a fonte. Deve ser grande e fácil de ler, mesmo na tela pequena. Não espere que os usuários aumentem o zoom na página, tentando ler informações detalhadas sobre o produto.

A segunda é a captura de leads: quanto mais simples, melhor. Um campo para um número de telefone, outro para um nome e é isso. Quanto mais informações você solicitar do usuário, maior a probabilidade de perder a conversão.

A terceira coisa que você deve pensar são pequenos botões de toque. A Apple recomenda que os botões de toque tenham pelo menos 44 pontos de tamanho. Crie botões que podem ser facilmente tocados com um dedo.

Por fim, você deve incluir um número de telefone clicável no cabeçalho e um menu de preenchimento automático. Ao visitar um site em um smartphone, é conveniente fazer uma ligação telefônica para obter mais informações ou fazer um pedido pelo telefone. Por isso, é mais fácil entrar em contato.

Além disso, tente implementar botões click-to-call simples que iniciem imediatamente uma chamada telefônica, além de fazer uma compra, assinar e registrar as ações possíveis em apenas um clique. Isso simplificará a vida do seu público.

Há muitas outras pequenas coisas, como o espaçamento e o tamanho das imagens, que podem ajudar com a usabilidade em dispositivos móveis, mas primeiro lidam com os pontos acima.

Verificar a otimização de sites para celular

O Google tem um serviço especial que verifica a qualidade da otimização de sites para dispositivos móveis e fornece recomendações para melhorias. Envie a página que você deseja verificar e analise o resultado.

Para mais informações e dicas sobre como otimizar a página, clique no botão «Visualizar detalhes».

Veja como é o seu site em diferentes dispositivos

O QuirkTools é um dos serviços que podem ajudar você a testar a aparência do seu site em diferentes dispositivos. Envie o endereço da página da Web e selecione os tipos de dispositivos.

Verifique com pessoas reais

Para descobrir como seu site é conveniente, você pode pedir a pessoas reais que façam um teste. Existem algumas regras para realizar este tipo de teste.

O teste não deve ser realizado por seus amigos, parentes ou colegas de trabalho. Eles nunca lhe dirão toda a verdade, mesmo que encontrem falhas óbvias. Em vez disso, encontre pessoas desinteressadas do seu público-alvo. Depois disso, dê aos testadores uma tarefa clara: abrir um site em um smartphone e executar a ação desejada que você espera de um usuário comum, por exemplo, deixar uma solicitação ou comprar on-line. Nesse caso, o testador deve falar em voz alta todos os pensamentos que surgem ao trabalhar com o site e registrar seus comentários. Dessa forma, você pode identificar todas as dificuldades que os usuários enfrentam no caminho para uma conversão.

Relatórios em sistemas analíticos

Se o seu site já tiver tráfego de entrada para análise, acesse os relatórios de vários dispositivos no Google Analytics e analise os dados de diferentes dispositivos. Nesses relatórios, você pode encontrar smartphones específicos com uma taxa de falhas muito alta. Isso significa que, provavelmente, os usuários com esse modelo de dispositivo têm problemas ao visitar seu site.

Páginas aceleradas para dispositivos móveis (AMP)

De acordo com todas as previsões, o tráfego móvel aumentará a cada ano. Por isso, o Google introduziu novas maneiras de trabalhar com usuários móveis. Eles lançaram páginas AMP (páginas aceleradas para dispositivos móveis) há alguns anos — aceleraram as páginas móveis com códigos leves que podem ser carregados rapidamente a partir do cache do navegador. As páginas AMP podem ser usadas em campanhas de pesquisa de anúncios do Google.

eLama, Marketing Specialist